29 de março de 2016

Na ponta da corda


Urbano na segunda enfiada (7a)

Recentemente foi finalizada uma nova via no Morro da Cruz em São Chico, trata-se da via Pumbélha, que foi aberta por Alecsandro Urbano e Felippe Karvat.

Aproveitando os bons ventos que chegaram junto com a mudança da estação, aproveitei pra conhecer a nova via, pra mim sempre uma grande satisfação poder subir algo novo no morro, ainda mais aberta por amigos que tive o prazer de ensinar através dos meus cursos.

1. Vó Laudi  2. PUMBÉLHA  3. Penélope

São duas enfiadas bem divertidas, a primeira mais curta com uma passada de 7a e a segunda mais longa, com 35 metros, também 7a só que mais constante e vertical. A via ainda segue pra uma terceira enfiada, porém como é um trecho bem liso, optou-se por finalizar a via por ali mesmo, pelo menos temporariamente para melhor avaliação. Pra descer com uma corda de 60m melhor ir pela via Penélope, que localiza-se a direita. A graduação sugerida é: 6. VIIa E2 , assim que a via receber novas repetições poderá ser ajustado.



Como acompanhei todo o processo dessa conquista, além do prazer em fazer a primeira repetição, posso descrever e compartilhar alguns pontos que julgo importantes.
A equipe buscou informações, sugestões e capacitação, escolheram a linha e aplicaram o estilo de aventura predominante no morro. Vieram de baixo na ponta da corda descobrindo cada passada, algumas em livre, outras em artificial. Aproveitaram as fendas e buracos, característicos dessa parede, para proteger os lances com equipamentos móveis. Deixaram uma boa distância entre as outras vias existentes para não descaracteriza-las. 

Tiveram também momentos de dúvidas, pra decidir a direção a seguir, procurando a linha natural ou qual técnica usar, seguir em livre ou subir nos clifs, furar ou não, onde bater a proteção... Dúvidas tipicas de abertura de vias, que surgem somente no momento da ação, do fazer acontecer, que nos permite adquirir experiencia, para uma das mais interessantes facetas do esporte, subir por itinerários inéditos.

Como resultado, posso afirmar que foi uma ascensão muito bem feita, sem dúvida mais uma excelente via pra testar e aprimorar nossas qualidades como escaladores.


Finalzinho da primeira enfiada.

Mais sobre as vias do Morro da Cruz clique aqui.
Em breve mais informações na segunda edição do Guia de Escaladas em Rocha de São Francisco do Sul.



3 comentários:

Igor Jung disse...

Massa!!

Parabéns pelo trabalho!
Assim que possível quero provar desse veneno....rsrs

Tem croqui disponível já?

Daniel J.Casas, Joinville/SC disse...

Grande Igor, em breve sai o croqui!!!
Obrigado pelo elogio!!!
Tens que provar, é uma preciosidade de via!!!
Vamos marcar de subir juntos!!!
Dani Casas

Garganta disse...

Opa
Simbora